“Vocês vão na Copa e eu não!”

No nosso almoço em Montes Claros, tivemos uma grata surpresa. A Nicole nos levou em seu restaurante predileto em dias normais de trabalho. Enquanto o Giuliano montava os pratos no buffet, nossa amiga chamou a minha atenção para a presença do ex-goleiro da Seleção Brasileira, Raul Plassmann.

Não exitamos em chamá-lo para se sentar conosco, Raul se mostrou simpático e tratou logo de se sentar na nossa mesa. Quando comentamos que estavamos percorrendo o Brasil, durante os jogos da Copa do Mundo, ele enfatizou: “Vocês vão na Copa e eu não”.

A frase se referia ao desleixos das autoridades mineiras que não cedeu algum tipo de cortesia a nenhum dos ex-jogadores que aturam em clubes mineiros e pela seleção. “Poxa! O Piazza foi tricampeão do mundo em 1970 e ídolo do Cruzeiro e também não vai ver a Copa. A FIFA deveria ao menos convidar os ex-atletas, como o Piazza e o Jairzinho”.

Após o almoço, fomos descobrir ‘os trens’ que Montes Claros oferece em seu Mercado Municipal, de acordo com o relato de alguns amigos paulistanos, a cidade é referência em cachaça e doces. Não foi à toa que levamos algumas garrafas para apreciar durante a viagem, e claro, os doces vão servir para rebater a bebedeira.

Devidamente abastecidos, partimos para Vitória da Coquista. O nome da cidade parecia o prenúncio do que nos reservava nesta estadia. Em busca de hotel para repousar os corpos exautos depois de seis horas de viagem, encontramos um bem em conta, que possuia garagem e café-da-manhã. Porém, nos deparamos com um desafio já calculado para a viagem, mas nunca desejado.

 

A escada íngreme de dois andares foi alertada pelo atendente do hotel quando cruzamos a porta. Giuliano ao ver o tamanho da encrenca não exitou – sabia que pelo horário não encontraria hospedagem melhor – e se colocou a disposição para subir e descer, pois é como diz o velho ditado: “O sapo não aprende pular porque gosta, e sim porque precisa”.

Paulo Fabião

Paulo Fabião, 27 anos, é jornalista, sambista, cadeirante, poeta, contista, cronista, compositor, lutador, farofeiro, cafajeste acessível, e traz o amor verdadeiro em três dias! Limão, gelo, fogo e açúcar na medida certa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *